• Document: CONTRIBUIÇÕES DO BUILDING INFORMATION MODELING NO PROCESSO DE PROJETO EM ARQUITETURA
  • Size: 210.27 KB
  • Uploaded: 2019-02-13 22:30:10
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

CONTRIBUIÇÕES DO BUILDING INFORMATION MODELING NO PROCESSO DE PROJETO EM ARQUITETURA Wilson Florio (1) (1) Universidade Presbiteriana Mackenzie, rua itambé 45 prédio 9, 2114-8313 e-mail: wflorio@mackenzie.com.br RESUMO O objetivo deste artigo é examinar as contribuições do Building Information Modeling nas ações cognitivas realizadas pelo projetista durante o processo de criação e de desenvolvimento de projeto de arquitetura. A Tecnologia da Informação e Comunicação tem facilitado a disseminação de informações, substituído o processo hierárquico por um projeto colaborativo. Como as práticas de AEC necessitam de colaboração e informações compartilhadas, torna-se fundamental a co-participação dos profissionais nas decisões projetuais, onde o BIM assume um papel fundamental. O BIM é constituído por um banco de dados que, além de exibir a geometria dos elementos construtivos em três dimensões, armazena seus atributos e, portanto, transmite mais informação do que modelos CAD tradicionais. Além disso, como os elementos são paramétricos, é possível alterá-los e obter atualizações instantâneas em todo o projeto. Esse processo estimula a experimentação, diminui conflitos entre elementos construtivos, facilita revisões e aumenta a produtividade. A pesquisa realizada examina três projetos, que serviram para testar o potencial de modelagem paramétrica de componentes e sua eficácia na visualização desses elementos no espaço. Concluímos que a inclusão do BIM no ensino de arquitetura contribui para a compreensão da articulação entre elementos construtivos do edifício, tornando mais clara e precisa a comunicação das informações e intenções projetuais. ABSTRACT The aim of this paper is to examine the contributions of Building Information Modeling to cognitive actions performed by the designer during the process of creation and development of architectural projects. The Information and Communication Technology has made easier the dissemination of information, making it possible the replacement of hierarchical processes by collaborative ones. AEC practices need shared information. Thus the co-participation of its professionals in the decision- making process, where BIM is crucial, is fundamental. BIM is a data bank which both exhibits the geometry of constructive elements in three dimensions and stores their attributes, so that it transmits more information than traditional CAD based models. Furthermore, as the elements are parametric, it is possible to alter them and obtain instantaneous updates in the whole design. This process stimulates experimentation, reduces conflicts between constructive elements, makes it easier for revisions and improvements and increases productivity. This research examines three designs aimed at testing the potentials of parametric modeling of components as well as its efficacy for their spatial visualization. We have concluded that the inclusion of BIM in architectural teaching contributes to the comprehension of the articulation between constructive components of the building, making the whole communication of design information and intentions clearer and more precise. Palavras-chave: BIM, Metodologia de Projeto, AEC, Parametrização, Cognição, TIC. 1. A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, COMPLEXIDADE E O BIM Os edifícios da Era Digital são mais complexos do que aqueles da Revolução Industrial e do Modernismo. A complexidade de alguns projetos contemporâneos requer novos procedimentos de gerenciamento de informações. Para administrar esses tipos de projetos tem expandido o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), possibilitando controlar dados digitais dos projetos com geometria mais complexa, assim como programar a seqüência de atividades relativas à construção. A complexidade de um projeto é determinada tanto pelo número de tecnologias aplicadas em uma mesma construção (GRAY, 2006), como pela habilidade de interpretar as informações e exigências do projeto. Além disso, a complexidade aumenta com a variedade de componentes manufaturados utilizados, exigindo maior precisão na articulação entre eles. A TIC tem sido usada para racionalizar, desenvolver processos e gerir dados da construção de edifícios, especialmente aqueles com maior complexidade formal-espacial. O conceito de modelagem 4D (modelagem + tempo) entrou em discussão no final da década de 1990 (KOO e FISCHER, 2000). Com a introdução dos fatores tempo e custo no projeto BIM, os construtores puderam gerenciar e simular as etapas da construção, assim como analisar melhor a construtibilidade antes da execução. A principal vantagem da modelagem 5D (modelagem + tempo + custos) para os construtores é o aumento da precisão durante a construção, com menos desperdício de tempo, de materiais e de re-trabalho. Pode-se controlar tanto as atividades críticas que se sobrepõem durante a execução, como um melhor entendimento e controle visual

Recently converted files (publicly available):