• Document: Revisão de História e Geografia Nome: A gruta de lascaux
  • Size: 1.77 MB
  • Uploaded: 2019-02-13 22:03:59
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

5o ano – Ensino Fundamental – Data: ____/____/____ Revisão de História e Geografia Nome: ___________________________________________________________ Leia este texto para resolver as questões de 1 a 4. A gruta de lascaux Alberto Alexandre Martins 1 No dia 12 de setembro de 1940, quatro garotos e um cachorro passeavam pelas colinas rochosas da região da Dordogne, na França, quando o cão subitamente desapareceu por uma fenda nas pedras provocada pela queda de um grande pinheiro. No seu encalço, Marcel Ravidat, Jacques Marsal, Georges 5 Agnel e Simon Coencas esgueiraram-se pela passagem estreita até alcançar uma enorme sala mergulhada na escuridão. À luz trêmula de um lampião de querosene, eles distinguiram, nas imensas paredes de pedra calcária, fortes traços e pinturas coloridas de grandes animais, dispostos desordenadamente em movimentos contínuos. Vacas vermelhas, 10 cavalos amarelos, veados e touros negros agitavam-se numa atmosfera mágica e misteriosa. Vocês podem imaginar a emoção de participar, por acaso, de uma das descobertas mais geniais do nosso século: a gruta de Lascaux, repleta de pinturas feitas há 17 mil anos. Logo a notícia correu mundo, atraindo milhares de especialistas, cientistas, 15 arqueólogos, turistas e curiosos para a gruta. Formada por duas salas amplas e numerosas galerias, Lascaux releva aos visitantes cerca de 1 500 gravuras e seiscentos desenhos pintados em amarelo, marrom, vermelho e preto, representando touros, bisões, cavalos, auroques (ancestrais das nossas vacas), veados, cabritos-monteses, mamutes, felinos, uma rena, um urso, um 20 rinoceronte e um animal fantástico. Além dessa maravilhosa fauna pré-histórica, há vários sinais enigmáticos inscritos nas paredes: pontos, linhas pontilhadas, flechas, triângulos e outros motivos geométricos. Em meio a tantas representações de animais e sinais indecifrados, vê-se uma única figura humana, feita com traços simples, inclinada, na parede de um poço de oito 25 metros de profundidade. Estudando atentamente esses desenhos e todos os vestígios encontrados na gruta: ossos, lamparinas, joias, esculturas, armas, artefatos líticos, restos de alimentos, etc., ficamos sabendo que os artistas de Lascaux foram os homens de Cro-Magnon, que viveram no período Paleolítico Superior, entre 35 mil e 10 Sistema de Ensino CNEC 2015-10a-15s-rh-04 – Revisão de História e Geografia 2015 mil anos atrás. Nessa época, o clima da Europa era muito frio e os nossos 30 ancestrais moravam em cavernas, vestiam roupas confeccionadas com peles de animais, coletavam frutos da estação e eram exímios caçadores. Na condição de artistas, os homens de Cro-Magnon desenvolveram técnicas bastante requintadas. As cores têm origem em diversos pigmentos à base de óxidos minerais existentes no solo local. O óxido de ferro criou o 35 amarelo, o vermelho e o marrom; o dióxido de manganês ou o carvão produziu o preto. Reduzidos a pó, transformados em pedra-lápis de cor ou ainda misturados a outra substâncias esses minerais eram aplicados com os dedos, com pincéis confeccionados com pelos, crinas de cavalo e fibras vegetais ou com esponjas e molde feitos de pele. Também foram empregados instrumentos 40 de sílex para cortar, gravar e esculpir as pedras. E, para iluminar a escuridão da gruta, os homens pré-históricos utilizavam lamparinas à base de gordura animal. Mas qual sentido de tudo isso? Ainda não sabemos ao certo. É bem possível que não se tratasse de um simples passatempo. Há indícios de que as imagens dos animais estavam associadas a rituais e cerimônias religiosas. Ao 45 captar no desenho a forma ou o movimento de uma rena, de um cavalo, de um auroque, os nossos caçadores-artistas acreditavam que estavam também capturando a alma desses animais, o que lhes facilitaria as caçadas seguintes. Mas se trata apenas de uma hipótese. O fato é que os homens que desenharam em Lascaux (como aqueles que desenharam em cavernas brasileiras) viviam 50 em estreito contato com os animais e a natureza. Observadores atentos, conheciam até mesmo as rotas e a época das migrações dos grandes rebanhos. Os grandes rebanhos encantados que povoam as paredes de Lascaux e as páginas deste livro. MARTINS, Alberto A. In: GIRARDET, Sylvie & SALAS, Nestor. A gruta de Lascaux. Trad. De Eduardo Brandão. São

Recently converted files (publicly available):