• Document: BAMBU: Madeira Ecológica na Construção Civil para Habitações de Baixo Custo
  • Size: 3.44 MB
  • Uploaded: 2019-02-13 17:43:09
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

Artigo publicado no Evento:Seminário Nacional ,13-15 de Setembro 2006,Bambu, Universidade de Brasília, DF, BAMBU: Madeira Ecológica na Construção Civil para Habitações de Baixo Custo Khosrow Ghavami, PhD, F. ASCE, Professor Titular, PUC-Rio RESUMO: Para o uso do bambu em grande escala, como material de engenharia economicamente viável e com possível industrialização, se faz necessário um estudo científico sistemático, analisando os processos de plantação, colheita, cura, tratamento e pós-tratamento, além de uma análise estatística completa das propriedades físicas, mecânicas e microestruturas do colmo inteiro de diferentes espécies de bambu. Desde 1979, a PUC-Rio, sob a orientação do autor, desenvolve um programa de pesquisa voltado principalmente em estabelecer as propriedades dos bambus existentes no Brasil e criar novos elementos estruturais usando bambu na construção rural e civil. O presente trabalho tem como objetivo mapear as propriedades físicas e mecânicas de colmos inteiros e determinar o módulo de resistência e a tensão na superfície do colmo devido ao momento de flexão dos bambus das espécies Dendrocalamus giganteus proveniente da PUC-Rio e Guadua angustifolia proveniente do Jardim Botânico-RJ, Guadua angustifolia e Guadua tagoara provenientes de Guarulhos-SP e Phyllostachys heterocycla pubescens (Mosó) e Phyllostachys bambusoides (Matake), provenientes de Presidente Prudente-SP. Este estudo possibilita estabelecer critérios de dimensionamento, emprego de processos industriais viabilizando economicamente o uso do bambu. Os resultados apresentados preliminarmente permitem selecionar as dimensões requeridas, como diâmetro, espessura, distância internodal e as tensões de flexão apresentadas através das figuras e derivadas de equações matemáticas. PALAVRAS-CHAVE: bambu, propriedades físicas, propriedades mecânicas, microestrutura. BAMBOOS: Ecological Timber for Civil Engineering of Low Cost Contruction SUMARY: In order to use bamboo on a large scale as an engineering material, economically feasible, with a possible industrialization, it becomes necessary to study scientifically the plantation, harvesting, curing and treatment processes. After this initial stage, a complete statistical and probabilistic analysis of the physical, mechanical and micro-structural properties of whole bamboo culms of different species should be carried out. Since 1979, the research programs at PUC-Rio, supervised by the author, were mainly concerned with the establishing the properties of the existing bamboo in Brazil and creating new structural elements using bamboo for civil and rural construction. The presented paper has as its main objective to establish the physical and mechanical properties of whole bamboo culms in addition to determining the second moment of inertia and the surface bending stresses of the entire bamboo. The bamboo species studied were Dendrocalamus giganteus take from the PUC-Rio and Guadua angustifolia, take from the Botanical Garden of Rio de Janeiro, Guadua tagoara and Guadua angustifolia taken from of Guarulhos in the state of São Paulo and Phyllostachys heterocycla pubescens (Mosó) and Phyllostachys bambusoides (Matake) from the city of Presidente Prudente in the state of São Paulo. The presented preliminary results will allow the user to select the required dimensions such as diameter, thickness, inter-nodal distances and the bending stresses through the presented figures and the derived mathematical equations. KEYWORDS: bamboo, physical properties, mechanical properties, micro-structures. INTRODUÇÃO Na era da industrialização, a escolha dos materiais passou a se basear principalmente no preço e na facilidade de produção ou processamento. Os materiais industrializados têm aplicação em todos os setores e em qualquer lugar do mundo onde existe estrada, sendo que nas aplicações de engenharia os materiais principais são o cimento Portland e o aço. Na última metade do século XX tem sido notável o desenvolvimento de materiais avançados constituídos de polímeros sintéticos, como Rayon, Naylon, Polyester e Aramida, que são usados como reforço em compósitos. Os materiais industrializados mobilizam vastos recursos financeiros, consomem uma enorme quantidade de energia e requerem um processo de gerenciamento centralizado. Em conseqüência disto, além de outros efeitos, ocorre o problema do desemprego e habitação em áreas rurais e igualmente em pequenas cidades, e ainda, os materiais não-renováveis são aproveitados incorretamente, causando permanente poluição. Neste sentido, torna-se evidente que os materiais ecológicos satisfazem algumas exigências fundamentais, tais como: minimização do consumo de energia, conservação dos recursos naturais, redução da poluição e manutenção de um ambiente saudável (GHAVAMI, 2001a). Assim, são intensas as pesquisas em andamento sobre estes materiais não-poluentes, como fibras vegetais, bambu e

Recently converted files (publicly available):